segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

23 DE JANEIRO



No Egito, celebração da deusa lunar Hathor, reverenciada com oferendas de leite, flores e cânticos às margens do Rio Nilo.
Hathor era a deusa da beleza, do amor e da arte.
Era representada adornada com o globo lunar e com chifres de vaca.
Por isso, a vaca e seu leite eram considerados sagrados, assim como na Índia.
A lenda relata como Hathor, na forma de vaca, gerou o mundo inteiro e o próprio Sol, o deus Ra.
Hathor cuidava dos mortos quando eles chegavam ao Mundo Subterrâneo, amamentando-os com seu leite.

Dança do Búfalo na tribo norte-americana Comanche.
Oito dançarinos, vestidos com pele de búfalo e pintados com tinta vermelha, branca e preta, imitam os movimentos dos búfalos, marcando o compasso com chocalhos e batidas de tambor.
Outros dois dançarinos, vestidos com peles de ursos, representam os animais predadores, que devem ser afastados das manadas.
Os anciãos da tribo recitam orações para invocar a fartura e afastar os azares, invocando a bênção da Mulher Búfala Branca.

Comemoração na Irlanda de Banba, uma antiga deusa celta da vida e da morte que, juntamente com Eire e Fotla, formava a tríade das deusas ancestrais regentes deste país.


copiado de Teia de Thea


Hathor é a antiga deusa do céu e mãe egípcia, que é a esposa (ou mãe) do deus da cabeça de falcão, o deus-Sol Hórus.
Seu nome significa literalmente "Casa de Horus", como o céu é a casa do Sol.
Vacas como emblemas de nutrição são sagrados para ela, e ela geralmente é mostrada com alguns atributos bovinos: ou uma cabeça de vaca no corpo de uma mulher, ou com orelhas de vaca  e na cabeça longos chifres que envolvem o disco solar, como os braços do céu abraçando seu amado.
Hathor é também a deusa das mulheres, amor e alegria, música, dança, festa e beleza.
Ela protege as mulheres e está presente sempre que embelezar-se.
Ela abençoa as mulheres com a fertilidade, e muitos dos objetos rituais são associados com Ela - como o sistro e colar menat - também têm um significado erótico, e na verdade os gregos identificaram-na com a sua Afrodite .
Como Mãe primordial, Hathor é mostrada como uma vaca que emergiu dos juncos no início do mundo, quando as primeiras enchentes retrocederam.
O primeiro dia do ano, 19 de julho, foi celebrado como o seu aniversário com uma grande festa em seu templo de Dendera.
Antes do amanhecer Sua estátua era trazida para o telhado, onde os raios de seu marido Horus o deus-Sol brilhava sobre ela, simbolizando o casamento sagrado do  Ceu com o Sol.
Hathor vigia os recém-nascidos e os recém-mortos, ancaminhando-os em segurança - no nascimento de uma criança, sete Hathors vem a dar à criança o seu destino, e diz-se que ela acolhe os mortos nos portões do Ocidente com pão e cerveja.



Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doando as unidades que ainda possuo! - Ana Maria Braga mostra a que ela possui!!

pesquise aqui os assuntos que procura!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...