sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Ano Novo!!! que tal uma agenda mágica para que seus dias sejam "encantados"???


 Janeiro contém, em si, a semente de todos os potenciais do novo ano, mas também guarda os elementos, as lições e os resíduos do ano que o precedeu.
Por isso, é um período adequado para nos livrarmos do velho e do ultrapassado em nossas e ocupações diárias, preparando planos e projetos para novas conquistas, mudanças e realizações.

Apesar das diferenças geográficas, climáticas, mitológicas e sociais, todas as antigas culturas tinham cerimônias específicas para fechar um velho ciclo e celebrar o início de outro.

Podemos usar, de uma forma mais moderna e pessoal, a antiga sabedoria ancestral, dedicando o mês de Janeiro à “renovação da terra” de nossa realidade material, recolhendo-nos e contemplando a colheita do ano que passou, preparando as sementes para os novos planos e projetos.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.
copiado do site: Teia de Thea




 É o mês em que devemos estar cientes de nossa missão evolutiva neste mundo, não só como seres individuais, mas como espécie.
Faça tudo para crescer espiritualmente, tornar-se realmente uma pessoa melhor e o mundo também o fará, pois tudo faz parte de um plano perfeito em que uma coisa, por mais insignificante que pareça, intefere nas outras. 

Use esse mês para aumentar essa chama de caridade e amor, mas é sua obrigação mantê-la acesa a vida toda!


Os Brownies são os espíritos guardiões do mês.

São os cozinheiros do mundo mágico.

Neste mês, aparecem nas cozinhas escocesas atraídos pelos bolos de chocolate com mel e nozes.

 

R$28,00 com o envio incluído!!!


domingo, 11 de dezembro de 2011

Matriarca da Décima Segunda Lunação

Matriarca da décima segunda Lunação
dezembro - Sol em Sagitário
Plenilúnio em Gêmeos

E "Aquela que agradece as dadivas", que nos ensina a agradecer por tudo que recebemos na vida, abrindo, assim, espaco para a futura abundancia.
Não importam quais sejam as dificuldades ou desafios que enfrentamos, devemos agradecer por essas oportunidades que nos permitem desenvolver e revelar nossa força interior.
Como a "Mãe da Abundância", ela nos mostra o valor do dar para receber.
Esta Lua inspira a receber e a transmitir conhecimentos ancestrais, para meditar nos próprios dons, enxergar a vida com mais clareza.
Permita que esta energia do Universo venha energizar os seus dons e assim poderá ter acesso, como um aparelho dos grandes poderes do Universo.
Esta Lua convida para um tempo de descanso e renovação.
Ela não permite transparecer as emoções, mas sinaliza para interiorizar e descansar.
Refletir as ações do passado, preparando-se para o futuro.
Os nascidos nesta lua devem prevenirem-se para não ficarem bloqueados, perfeccionistas e para arrumar tempo para lazer.
Ela pede para ser adaptável, flexível, prudente, correto na conduta.
Para trabalhar a concentração, pois pode gerar dispersão.
Para trabalhar a comunicação consigo mesmo, o auto conhecimento, buscar o Eu Superior.
Favorece a comunicação, o bom uso da palavra, energia para adatar-se às mais diversas situações.
Saber também a hora certa de calar, de ouvir e de falar.
Para curar as más palavras que usamos contra nós mesmo, as limitações que nos impomos através da palavra.
Trabalhar as afirmações positivas e curar suas programações negativas através delas.
Para que façamos um balanço entre aquilo que falamos com aquilo que o nosso coração realmente sente.
Sabermos honrar os compromissos feitos através da nossa palavra, da nossa comunicação.


copiado de Teia de Thea


Esta é também a época da LUA DA PLANTAÇÃO DO MILHO

Se você nasceu nesta lua tem a dádiva das habilidades de cura se aprender a desenvolve-la.
Você pode adquirir habilidades em qualquer área que queira trabalhar.
Você deve aprender sobre sua própria beleza, nos outros e no meio ambiente.
É necessário equilibrar tempo e energia, e sua capacidade de criar.
De uma forma geral, os nascidos nesta lua, gostam de fazer seus ambientes belos.
Eles fortalecem energéticamente os que estão ao seu redor.
São bons amigos que irão ajudar as pessoas em quaisquer tipo de situações, e encoraja-las a se abrirem a liberar qualquer aborrecimento.
Eles gostam de gente e vão sinceramente tentar fazer o seu amigo se sentir melhor não importando qual seja o problema.
Sua intuição os ajuda a sentirem facilmente as outras pessoas.
Gostam de conversar sobre qualquer assunto, a não ser que seja muito pessoal.
Nesse momento mudam de idéia de forma rápida e sutil, que as pessoas nem percebem que ele não respondeu a pergunta.
Eles tendem a despender muito tempo flutuando, são aéreos.
São difíceis de se assentarem em algo, pois pulam de uma coisa para a outra.
Eles freqüentemente sentem dificuldades para ouvir os outros por completo dando sempre os seus palpites.
Geralmente interrompem de maneira graciosa, que as pessoas nem se dão conta disso. Eles são espertos, cheios de recursos e criativos.
São geralmente artistas, músicos.
A arte traz uma real sensação de preenchimento de suas almas.
Precisam encontrar um relacionamento que possam conforta-los suficientemente para abrirem partes de seu ser que geralmente tentam esconder dos outros.
Também precisam trabalhar mais a consistência em suas vidas, senão podem ficar a maior parte de seu tempo pulando de idéia para idéia, sem realmente realizar nenhuma.
Geralmente tem dificuldade para gerenciar seu tempo e sua vida suas vidas de maneira eficiente.
Se não trabalharem estes aspectos podem até ficar doentes, o que forçosamente irá obrigá-los a diminuir seus ritmos.
Esta Lua ensina sobre suas próprias habilidades para serem mais sensitivos, mais velozes, e apreciar a beleza em todas as suas formas.
Ela revela forças e as fraquezas que vem da energia vital.
Os nascidos nesta lua devem aprender a serem mais consistentes, menos suspeitos e mais dispostos a mostrar alguns de seus sentimentos mais profundos.



Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

deus Cernunnos

Cernunnos é, com toda a probabilidade, a mais antiga divindade de seu panteão.
Há sinais, inclusive, de que ele seja anterior às invasões celtas.


Não podemos esquecer que, se boa parte da Europa foi colonizada por sua cultura, as zonas por eles controladas já estavam ocupadas por outros povos com os quais por força tiveram de fundir-se para subsistir, não havendo motivo para que suas crenças fossem aniquiladas. Independentemente de sua origem,
Cernunnos, o deus de chifres, desempenha uma função importante não só por se tratar do Senhor dos Animais — domésticos ou selvagens —, mas também da Fertilidade e da Abundância — regulando as colheitas dos grãos e das frutas. Posteriormente, foi considerado também o deus do dinheiro.
Os deuses com chifres são sempre identificados como entidades de sabedoria e de poder.
Na Antigüidade, tais protuberâncias cefálicas podiam ser levadas apenas pelos mais viris, e não no sentido em que são entendidas vulgarmente nos dias de hoje, como indivíduos muito fortes e agressivos, mas no da própria etimologia latina.
Um tipo viril era um homem com todas as letras, dotado de todas as qualidades presumíveis, mas demonstradas apenas por indivíduos reais: valor, honra, masculinidade, entre outros.
Os chifres mostravam, além de tudo isso, que esse individuo desfrutava de sabedoria sobre o mundo.
Um conto popular gaélico fala sobre viajantes que chegam a uma ilha misteriosa na qual encontram apetitosas maçãs.
Após mordê-las, chifres crescem em suas testas e eles passam a compreender muitas coisas que acontecem ao redor do mundo.

Uma lenda escocesa afirma que tais chifres apareciam na cabeça dos melhores guerreiros quando eles se preparavam para o combate há muito tempo, ainda na “infância” da humanidade. copiado de mitologiacelta.templodeapolo/ O Deus Cornífero ou Cernunnos é o Deus fálico da fertilidade.
Geralmente é representado como um homem de barba com casco e chifres de bode.
Ele é o guardião das entradas e do circulo mágico que é traçado para o ritual começar.
É o Deus pagão dos bosques, o rei do carvalho e senhor das matas.
É o Deus que morre e sempre renasce. Seus ciclos de morte e vida representam nossa própria existência.
Ele nasce da Deusa, como seu complemento e carrega os atributos da fertilidade, alegria, coragem e otimismo.
Ele é a força do Sol e da mesma forma , nasce e morre todos os dias, ensinando aos homens os segredos da morte e da renascimento.
Segundo os Mitos pagãos o Deus nasce da Deusa, cresce e se apaixona por Ela.
Ao fazerem amor a Deusa engravida e quando chega o meio do Outono o Deus Cornífero morre e renasce no Solstício de Inverno quando a Deusa dá a luz.
Este mito contém em si os próprios ciclos da natureza onde no Verão o Deus é tido como forte e vigoroso, no Outono ele envelhece e morre e no Inverno renasce para ser um jovem novamente na Primavera, amante da Deusa no meio da primavera, viril e forte no Verão, provedor de todos os frutos e caças no Outono (já na maturidade) para definhar e morrer. 


Cernunos é tipicamente conhecido como o Deus Pai nos panteões irlandês e das Ilhas Britânicas do Sul, assim como nos continente europeu, onde Ele pode ter-se originado. 
Ele é o consorte de Bridget ou de Cerridwen. 
Como Deus Pai, seu símbolo é o sol e Ele é adorado como varão ou Senhor que é a contraparte da Senhora em Seus aspectos lunares.


Brigit, Brighid, Bridget ou Brid *
Como Brid, Ela é a Grande Deusa Mãe da Irlanda, ás vezes também conhecida pelo nome Dana (ou Danu) nesse aspecto.
Ela é uma deusa do fogo e da forja, portanto de habilidades artísticas, especialmente o trabalho com o metal.
Como Bridget ou Brigit, Ela também representa o aspecto mãe pela fertilidade do ventre tanto da mulher como da terra, e também a fertilidade da inspiração.
Ela também é adorada como deusa de proteção e cura e pode ser invocada em praticamente qualquer encantamento ou mágica que envolva tais esforços.
 

Casal de deuses celtas usados no altar de Beltane!!

Tamanho aproximado : 20 cm cada um.

Valor de Cernunnos = R$20,00
Valor de Brigit =R$ 26,00



Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Atualizações da Blessed

 Andei sumida por conta da 2ª Mystic Fair que aconteceu no final de semana passado (08 e 09 de outubro)

Aqui estão as nossas novidades:

Representações dos Orixás:
com aproximadamente 17 cm de altura, em feltro, renda de algodão e fita!

Valor de R$15,00 para retirada no Espaço;
ou R$15,00 + valor do envio (por depósito antecipado em minha c/c )


 

Também criei o Altar de Bolsa contendo as representações dos 4 elementais: Silfos, Ondinas, Gnomos e Salamandras, a Representação do Mago ou da Sacerdotisa e a Representação do Deus e da Deusa!! 
Valor de R$15,00 para retirada no Espaço d'Luz e Paz ou
R$15,00 + valor do envio por dep bancário antecipado


Outra Novidade!!
A Cigana das 7 intenções!! de acordo com a cor da fita que será amarrada em sua cintura, ela lhe ajudará em um propósito específico!!


Valor de R$17,00 para retirada no Espaço d'Luz e Paz ou
R$17,00 + valor do envio por dep bancário antecipado



E por fim , as Deusas e Deuses da Wicca, para estar trazendo a força da magia, presenteando com propósito e direcionamento.

Deusas:

Valor de R$26,00 (cada) para retirada no Espaço d'Luz e Paz 
ou
R$26,00 + valor do envio por dep bancário antecipado!


 


 




E os Deuses:

Valor de R$20,00 (cada) para retirada no Espaço d'Luz e Paz 
ou
R$20,00 + valor do envio por dep bancário antecipado!









Alem disso continuamos com a oferta do ESTANDARTE para Sabats!!

por apenas R$10,00 para retirada no Espaço ou
R$10,00 + envio por depósito antecipado em c/c

 


Assim explico o meu sumiço virtual da Blessed!!
Minhas mãos estavam ocupadas em confeccionar essas representações!!

Repletas de Amor e Gratidão!!




Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

06 DE SETEMBRO - Agenda Mágica

figura da Agenda Mágica Permanente da Blessed!!










 
Dia da deusa Tonantzin, no México, celebrada em sua versão moderna como Nossa Senhora dos Remédios. Deusa Mãe dos astecas, guardiã da Terra e do tempo, Tonantzin era honrada com danças de mulheres vestidas com roupas brancas e cobertas de conchas e penas de águia. 
No dia seguinte, os homens das comunidades batiam nas mulheres com pequenos sacos recheados de folhas verdes, simbolizando a força vital.
Celebração de Salus, a deusa romana da cura e do bem-estar. 
Acredita-se que ela era uma antiga deusa agrícola dos Sabinos, adotada pelos romanos e transformada na padroeira do bem-estar das pessoas e da comunidade. 
Ao adotar alguns atributos da deusa grega Hygeia, Salus tornou-se uma deusa da cura e da saúde.

Invoque você também o poder de cura da Grande Mãe para despertar sua capacidade regeneradora e ativar sua energia vital. 
Use os recursos da natureza - Sol, ar, terra, ervas, argila, cristais ou florais - para aumentar sua vitalidade e libertar-se, assim, da necessidade constante dos remédios e produtos artificiais.

Situa, antigo festival inca para afastar os espíritos das doenças por meio de oferendas de sangue.

 texro copiado  do site Teia de Thea





Compre a sua Agenda Mágica Permanente!!!
Enviamos para todo o Brasil!
entre em contato pelo e-mail: 
mirhyamcanto@uol.com.br e peça a sua!!! 

 
R$ 26,00 (com a Ecobag)
 por depósito bancário antecipado. 
informações trocadas via e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br



Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

domingo, 10 de julho de 2011

Entrevista com Vovó Aggie sobre as 13 Avós Indígenas

Por 25 de julho de 2009  
Agnes Baker Pilgrim é o membro mais velho de sua tribo,  índios Takelma,do sudoeste  Oregon, é também uma reconhecida líder espiritual, porta-voz e membro do Conselho Internacional das Treze Avós Indígenas , e detentora da Cerimônia de Salmão Sagrado --- um tradição que ela reviveu para o seu povo depois de 150 anos.

Agnes, mais conhecido como Vovó Aggie, recentemente sentou-se com WPSU anfitrião Patty Satalia para uma discussão de uma hora sobre as 13 Avós Indígenas e seus esforços ao redor do mundo para incentivar a paz, saúde, prosperidade e dignidade - para todos nós hoje e para todas as gerações que virão.

Se você quiser saber mais sobre os 13 Avós Indígenas, você pode visitar o site, grandmotherscouncil.com .


Sobre o Conselho Internacional de Treze Avós Indígenas:

Em 11 de outubro de 2004, as 13 Avós Indígenas de todo o mundo, desde o Círculo Ártico , Américas do Norte, Sul e  Central, África e Ásia -chegando até as Montanhas do Tibet, concordaram em formar uma aliança global; a trabalhar juntas para servir a seus objetivos comuns e suas preocupações  locais específicas.
A reunião do conselho foi ao mesmo tempo um sopro de esperança e inspiração.
As avós são mulheres de comtemplação e tambem de ação.
Suas formas tradicionais as vinculam com as forças da terra.
A sua solidariedade para com o outro cria uma teia que possui como propósito reequilibrar as injustiças praticadas .
A partir de um mundo desequilibrado, um mundo desconectado das leis fundamentais da natureza procuram passar os ensinamentos originais com base em uma relação de respeito e amor para toda a vida.

 Aqui está a relaçao das 13 matriarcas:
 
AAMA Bombo - Tamang - Nepal
Margaret Behan - Arapaho / Cheyenne - Montana, EUA
Rita Pitka Blumenstein - Yup'ik - Arctic Circle, EUA
Julieta Casimiro - Mazatec - Huautla de Jimenez, México
Maria Alice Campos Freire - Floresta Amazônica, Brasil
Flordemayo - Maia - Highlands da América Central / do Novo México
Tsering Dolma Gyaltong - Tibetano
Beatrice Longo - Oglala Lakota - Black Hills, South Dakota, EUA
Rita Longo - Oglala Lakota - Black Hills, South Dakota, EUA
Agnes Baker Pilgrim - Takelma Siletz - Grants Pass, Oregon, EUA
Mona Polacca - Hopi / Havasupai / Tewa - Arizona
Bernadette Rebienot - Omyene - Gabão, na África
Clara Shinobu iura - Floresta Amazônica, Brasil

copiado de: http://intercontinentalcry.org/2009/interview-with-grandma-aggie-from-the-13-indigenous-grandmothers/ 


visite o blog: a voz das avós e saiba mais!!
 

A tartaruga e o tempo

Há tanta coisa para aprender e recordar observando os animais e como eles se mantêm ritmo da natureza. E a humilde tartaruga é um exemplo perfeito.
A Tartaruga simboliza o ser conectado tanto com a terra como com o céu.
A Tartaruga nos ensina a ter o nosso coração dedicado à Mãe-Terra, mover-se lentamente e com intenção.
A cura quue provem da Tartaruga nos ensina sobre a graça e perseverança.



Podemos medir o tempo através de seu casco.

Os nativos americanos usaram os cascos da tartaruga como seus calendários seguindo ao sistema de 13 Luas.
O número de segmentos na camada externa de uma tartaruga é de 28, representando o número de dias de lunação.
Há 13 segmentos na parte interna da concha de uma tartaruga que representam cada uma das 13 luas em um ciclo de 1 ano lunar.

Durante o curso de um ano, realmente existem 13 ciclos da lua, cada um durando cerca de 28 dias.

No atual sistema de medição de tempo (o calendário gregoriano) ignora-se esse fato óbvio e arbitrariamente se usa um sistema com 12 meses de comprimentos variados.
Mesmo os nomes usados ​​para os meses do calendário gregoriano são uma mistura de nomes de deuses e deusas, governantes antigos (por exemplo, Júlio César, Augusto) e números incongruentes.
Considerar que o décimo mês do calendário gregoriano, outubro, significa 8 !!??

As fases da lua são variadas em cada mês, e variam de ano para ano, quando usamos o calendário gregoriano.

No entanto, no sistema de 13 luas, a cada lua é igual em comprimento, as fases da lua seguem um padrão e possuem um calendário perpétuo.

Por várias maneiras,  no esforço para ser eficiente e competitivo, nos distanciamos do que é natural
Mas também temos, em contra-partida, todas as oportunidades de nos alinharmos com a natureza, tomando decisões conscientes sobre o modo como vivemos nossas vidas, de forma que ela nos leve mais perto da harmonia interior e  da paz mundial.

O sistema do calendário  das13 luas nos fala sobre cooperarmos e honrarmos a ordem natural do Universo.

Através do calendário interativo monitoramos o tempo que nosso belo planeta leva para viajar ao redor do Sol.

Honrando tanto o ritmo natural e universal, podemos conectar-nos mais intimamente com a natureza.
Quando a harmonia na natureza é reconhecida e honrada começamos a vê-la refletida mais e mais em cada aspecto de nossas vidas..

Aqui está uma pequena história para compartilhar com seus filhos para ajudá-los a começar a entender porque o ritmo natural que se segue é útil e compartilhar o que tartaruga ensina a todos nós!
Há muito tempo, os humanos viviam em completa harmonia com a natureza.
Eles seguiram os ritmos da natureza para a sobrevivência, mas também porque sentiam-se bem.
Quando o vento frio soprava do Norte, eles sabiam que era hora de mudar para ambientes mais protegidos para suportar o inverno que se aproximava.
Eles sabiam quando e onde encontrar comida abundante quando o verão estava no seu auge, e eles sabiam que nunca deveriam tomar da mãe-natureza mais do que era necessário para que dessa forma sempre haveria abundância.
Mas com o tempo, os seres humanos, sendo criaturas adaptáveis ​​e inteligentes, descobriram maneiras de serem menos dependentes da natureza.
A maioria destes métodos criou um monte de desarmonias com a natureza que abusavam e retinham recursos da Mãe Terra.
E a maioria destes métodos não considerava o impacto que essas ações teriam sobre os filhos de seus filhos.

Uma menina sábia, de nome Kaya, percebendo que uma grande separação estava ocorrendo entre seu povo e a Mãe Terra, ficou muito perturbada.
Um dia ela estava andando pelo margem do rio , onde muitas vezes foi assistir ao pôr do sol, quando ela viu uma grande águia empoleirada em uma árvore em cima dela.
Ela se lembrou de sua avó dizendo-lhe que a águia é o mensageiro do Grande Tudo.
Então ela disse para a águia,
"Você poderia por favor levar uma oração ao Grande Tudo para mim?"
A águia concordou.
"Por favor, peça ao Grande Tudo para ajudar o meu povo a se tornar mais harmonioso com a Mãe Terra novamente."
E a águia voou uma vez levando a oração sincera para os céus.

Quando a águia chegou aos céus e anunciou a oração de Kaya, o Grande Tudo – por ser compassivo e amoroso - respondeu ao mesmo tempo a oração da garota sábia.
o Grande Tudo sabia que havia uma criatura na Terra que era a perfeita para o trabalho de ajudar a harmonizar as criaturas de 2 pernas com a Terra e toda a sua criação.
Esta criatura (a tartaruga) andou com seu coração para a terra cheia de graça e perseverança.

No caminho de volta para sua aldeia, Kaya tropeçou no que parecia uma pedra.
Mas quando ela olhou para baixo, ela percebeu que era realmente o casco de uma tartaruga.
A águia que ela conheceu no início do dia voou e pousou em cima.
Kaya olhou com muito cuidado para a casca e percebeu algo que ela nunca tinha notado antes na muitas vezes ela em que assistiu as tartarugas nas margens do rio. Seu  casco tinha 13 segmentos maiores no meio cercado por 28 segmentos menores.

A Avó de Kaya frequentemente lhe lembrava para contar os dias entre as luas novas, como forma de permanecer no ritmo com a natureza.

Vinte e oito dias passavam-se ​​entre as luas assim como o número de segmentos na parte externa do casco.
Ela também lembrou que houve 13 novas luas em cada grande ciclo das estações do ano como havia 13 grandes segmentos na parte central do casco.
Ela deu graças ao Grande Tudo por responder a sua oração e lembrando-lhe dos ensinamentos de sua avó sábia.
E ela deu graças à tartaruga por fornecer uma maneira dela contar os dias entre as luas para que ela pudesse ensinar as pessoas a perceber os ritmos naturais da natureza novamente.

Nos dias atuais, a tartaruga continua a ser uma grande professora do viver em harmonia e com graça.
A tartaruga nos ensina a desacelerar e perceber os padrões da natureza, porque o maior, o mais forte e o mais rápido nem sempre são as melhores maneiras.
E acima de tudo, a tartaruga nos lembra de mantermos o nosso coração conectado com a Mãe-Terra para que possamos perceber os ritmos naturais deste lindo planeta em que vivemos.

texto copiado de Elizabeth Sterling is a mom, writer, photographer, and peacewalker. She the author of the blog so wabi sabi (http://www.sowabisabi.com)

traduzido por Mirhyam

sexta-feira, 1 de julho de 2011

dia 1º de julho - Agenda Mágica - dia das Dríades

DIA DAS DRÍADES
Num lugar verde, onde exista ao menos uma  árvore, coloque  um bolo, um pão, vinho e música alegre.
Antes de comer, dance com as dríadesalegremente, 
visualizando-as à sua volta. 
Ofereça então os alimentos que trouxe
e coma também!!
(a parte das dríades, deixe ao pé da árvore)

Despeça-se com um longo e caloroso abraço na árvore.
Vista-se de verde.





Compre a sua Agenda Mágica Permanente!!!
Enviamos para todo o Brasil!
entre em contato pelo e-mail: 
mirhyamcanto@uol.com.br e peça a sua!!! 

Para retirada no Espaço d'Luz e Paz (agende horário pelo telefone: (11)2296-9255):
R$ 21,00 (sem a Ecobag) 
e R$ 27,00 (com a Ecobag)
Para envio: 
Poderá ser paga por depósito bancário antecipado(dados da c/c estão ao lado esquerdo do blog)  
informações trocadas via e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br
Valor R$24,00 somente a agenda
 Valor R$28,00 com a ecobag Blessed
(envio já incluído) !!!

Mes de Julho - Agenda Mágica


Acredita-se que todos os rituais feitos neste mês são bem sucedidos.
Os elementais que guardam este mês são os duendes, protetores dos bosques.

Ofereça-lhes sete maçãs em agradecimento aos sete meses que se passaram e eles agradecerão dando sorte a você nos meses que ainda faltam para acabar o ano.





Compre a sua Agenda Mágica Permanente!!!
Enviamos para todo o Brasil!
entre em contato pelo e-mail: 
mirhyamcanto@uol.com.br e peça a sua!!! 

Para retirada no Espaço d'Luz e Paz (agende horário pelo telefone: (11)2296-9255):
R$ 21,00 (sem a Ecobag) 
e R$ 27,00 (com a Ecobag)
Para envio: 
Poderá ser paga por depósito bancário antecipado(dados da c/c estão ao lado esquerdo do blog)  
informações trocadas via e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br
Valor R$24,00 somente a agenda
 Valor R$28,00 com a ecobag Blessed
(envio já incluído) !!!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Rainha da Morte -

Pantheon: país das fadas
Elemento: Terra
Esfera de influência: Renovação e Infertilidade
Cores preferidas: Preto, Verde,
Animais associados: Corvo ou Abutre
Melhor dia para trabalhar: quarta-feira
Mais forte em torno da época de Yule
Ofertas adequadas: Vervain
Planeta
s Associados: Mercúrio, Plutão

A bruxa é o aspecto da velha deusa tripla na tradição do país das fadas.  
Ela representa o Espírito da Noite, a Terra no inverno.  
Como seu parceiro o rei do inverno, ela está mais andrógina do que sua contraparte de verão.  
Ela é descrita como uma velha em um manto negro com capuz, com cabelos  e pele  branca.  
Coroada com nove estrelas azuis, ela carrega uma foice de prata.  
Ela também é chamada de Anna ou Annys, e  Rainha dos Mortos.  
Ela é o espírito da noite e da terra que permanece dormente durante os meses escuros do inverno.  
Seu reino é o reino dos mortos.


tradução do site Pagan News para o dia 29 de junho

Doando as unidades que ainda possuo! - Ana Maria Braga mostra a que ela possui!!

pesquise aqui os assuntos que procura!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...