terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Freya

Honrando Freya ... ainda é sexta... A mais nova deusinha 

da Blessed Arte Magica


Da mesma forma que Hécate, Freya ensinou as artes mágicas às mulheres e era a padroeira das magas e das profetisas (völvas e seidhkonas). 

Era casada com Odr, mas, em razão de seu desaparecimento por alguns meses do ano, Freya chora lágrimas de âmbar e ouro, procura-o e lamenta sua ausência.

É aficionada por ouro e jóias. Freyja usa o famoso colar Brisingamen

Conduz nos céus a carruagem conduzida por gatos.

Freya tanto era guerreira, quanto sedutora, e usava a magia ou a astúcia para atingir seus objetivos.

Possui habilidades mágicas sobre a morte e renascimento (ou retorno) de seus amados. 

Freya e Odim são adúlteros e ardilosos, viajam metamorfoseados entre os mundos e recebem as almas dos guerreiros mortos em seus salões.

Como Vanadis, Freya era a regente das Disir, que personificavam aspectos das forças da natureza (sol, chuva, fertilidade, abundância e proteção) e eram as matriarcas ancestrais das tribos, reverenciadas com o festival anual Disirblot, na noite de 31 de outubro.

Epíteto: Hörn, “A fiandeira”, regente do linho;

Atributos: representação da feminilidade, do amor, do erotismo da vida, da prosperidade e do bem-estar.

Elementos: fogo, água e terra.

Animais totêmicos: gato, falcão, porca, lince, felinos, cisne, cuco, aves de rapina, doninha, javali (considerado a metamorfose do seu amante Ottar), joaninha (”lady’s bug“).

Cores: dourado, verde, vermelho-escuro.
Árvore: sabugueiro, giesta, maciera, cerejeira, sorveira, tília.
Plantas: avenca, catnip (espécie de valeriana), lady’s slipper (”sapato-de-vênus”), rosa vermelha, lágrimas-de-nossa-senhora, madrágora, verbena.

Pedras: âmbar, olho-de-gato e de falcão, pedra-de-sol, esmeralda, calcopirita, granada, safira, azeviche (chamado de “âmbar negro”).

Metais: ouro, cobre.

Dia da semana: sexta-feira (Freitag ou Friday, dia de Freya). Este dia consagrado a Freya pode ser utilizado para trabalhos de amor, sexo e magia.

Símbolos: o colar mágico Brisingamen, o manto de penas de falcão, as luvas de pele de gato, gnomos, carruagem solar, o ciclo das estações (símbolo da busca por seu marido Odr), jóias (de ouro e âmbar), mel, veludo, linho, seda, formas de coração, caldeirão, as estrelas Vega e Spica.

Deusa da magia e adivinhação, Freya ensinou os segredos das runas ao Deus Odin e foi quem iniciou os Deuses nas Artes Mágicas.


Freya é uma Deusa extremamente poderosa.

Filha de Njörd (Deus do Mar) e de Skadi (Senhora dos Invernos e Caçadora das Montanhas), ela é também protetora do matrimônio e dos recém-nascidos. 

Ela é uma Deusa Tríplice, uma Deusa de grande beleza, força e poder.

A sexualidade e o amor são fortemente regidos por ela.



mais informações, através do e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br


Gratidão por estar visitando meu blog!! 

Volte sempre!! 

 Luz e Paz em sua caminhada,

Mirhyam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doando as unidades que ainda possuo! - Ana Maria Braga mostra a que ela possui!!

pesquise aqui os assuntos que procura!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...